CELSO JACOB DIZ QUE VOTOU A FAVOR DA ESTABILIDADE | TR Revista

CELSO JACOB DIZ QUE VOTOU A FAVOR DA ESTABILIDADE



 

 

 

 

O Deputado Federal Celso Jacob justificou neste fim de semana, através das redes sociais, o seu voto a favor do Presidente Temer, na última quarta-feira:

 

"Bom dia a todos!

Em respeito a opinião de algumas pessoas, gostaria de esclarecer alguns fatos em relação ao meu voto da última quarta-feira (25):

Quando votei “Sim”, em nenhum momento defendi que o presidente Michel Temer não deve ser investigado. Pelo contrário. Temer será investigado pela Justiça após o término do seu mandato, em janeiro de 2019, e se estiver errado, deverá pagar pelos seus atos. O Brasil precisa de estabilidade para voltar a crescer e uma nova troca de presidente nesse momento traria ainda mais instabilidade para nosso país. Com a possível saída de Temer, teríamos eleições em maio/junho e outra em outubro. Duas novas eleições em apenas quatro meses. Alguém acredita que esse troca-troca de presidentes em um curto período de tempo traria benefícios para o Brasil?

Em relação às emendas parlamentares, ressalto que elas são impositivas e um direito dos parlamentares para levar melhorias para os municípios brasileiros. O dinheiro das emendas não vai para o bolso do deputado, mas é depositado diretamente na conta das Prefeituras e entidades beneficiadas, a quem cabe a prestação de contas da verba enviada. Nesse momento de crise econômica, as emendas têm sido muito importantes para a sobrevivência financeira das cidades. Através delas, consegui grandes investimentos em saúde, educação, esportes, turismo e outras áreas de nossa região. No município de Três Rios, por exemplo, destinei mais de R$ 7,5 milhões em 2016 e 2017. Dinheiro este que beneficiou os usuários das unidades de saúde da família, os pacientes do hospital, os estudantes da Rural e milhares de outras pessoas. E para 2018 em Três Rios, estou destinando R$ 7 milhões em emendas para a Prefeitura, Universidade Rural, Hospital de Clínicas Nossa Senhora da Conceição, Asilo São Vicente de Paula, Apae, Grupo Espírita Fé e Esperança, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. É justo abrir mão de tudo isso? Durante toda minha vida pública, nunca respondi a processos por roubo ou desvio de dinheiro público. Hoje respondo por ter construído uma creche que beneficiou muitas crianças que estavam em um local insalubre. Sei da minha inocência e, através de Revisão Criminal, tento prová-la. Qualquer dúvida, estou aberto ao diálogo. Abraços!"