COLABORADORES DA TRANSA VACINADOS CONTRA A GRIPE | TR Revista

COLABORADORES DA TRANSA VACINADOS CONTRA A GRIPE



Em tempos de pandemia de coronavírus é fundamental estar com a saúde em dia, pois isso pode reduzir as chances de contágio ou mesmo de sofrer com as complicações do covid-19. Ciente da importância do cuidado com a saúde, a Transa Transporte,  juntamente com o Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte – (SENAT), conseguiu  um feito e tanto para os rodoviários. Na quinta-feira, 21, os profissionais do setor de transporte receberam sua dose de imunização contra a gripe, no Terminal Rodoviário Municipal Hélio Soares, no centro.

Pensando em facilitar o acesso à vacina contra a gripe, a Transa Transporte havia feito solicitações junto a Secretaria de Saúde do município para disponibilizar algumas doses da vacina da gripe aos profissionais do transporte. “A gente entende que o motorista, o auxiliar e os profissionais do setor estão na linha de frente e, por isso, estão mais vulneráveis”, disse Heloísa Cassini, gerente de planejamento da Transa Transporte.

O SEST/SENAT, que já é um parceiro de longa data,  somou forças na solicitação e conseguiu trazer junto com a empresa essa ação de imunização contra a gripe. Para isso, foi disponibilizada uma sala no Terminal Rodoviário Municipal Hélio Soares.

“Hoje a gente está vacinando trabalhadores do setor de transporte, aqui no terminal, assim como ocorreu ontem na nossa unidade, vacinando os caminhoneiros que passavam por lá. Nós, do SEST/SENAT sempre procuramos ir ao encontro do trabalhador porque sabemos que o dia a dia deles é corrido e nem sempre a saúde”,é fácil poder ir ao posto no final da tarde para cuidar d explicou Daniel Cirne, técnico de promoção social do Sest/Senat.

Com a obtenção das doses e do espaço ao Sest/Senat, a Transa Transporte tem incentivado os seus colaboradores a se vacinar. “A gente fica com a sensação de dever cumprido de poder contribuir para o bem-estar do colaborador. Temos mobilizado nossa equipe, inclusive quem está de folga ou férias para tomar a vacina, pois sabemos que está difícil conseguir uma dose nos postos”, ressaltou Heloísa.

Para receber a dose da vacina, os profissionais do setor de transporte precisaram apenas comparecer ao Terminal, no período de 11  às 15 horas, portando máscara de proteção e a CNH ou crachá da empresa.