OPERAÇÃO DOMINÓ PRENDEU 11 EM PARAÍBA DO SUL | TR Revista

OPERAÇÃO DOMINÓ PRENDEU 11 EM PARAÍBA DO SUL



A segunda fase da Operação Dominó, desencadeada nesta terça-feira (5) em Paraíba do Sul, resultou na prisão de 11 pessoas. O trabalho, desenvolvido em conjunto pelas  polícias civil (107 DP) e militar (38º BPM),  Ministério Público e  Poder Judiciário, teve como objetivo a repressão ao tráfico de drogas, uso ilegal de armas de fogo e combate a instalação de facções criminosas no município. Na primeira fase da operação, dia  9 de agosto, foram presas 8 pessoas ligadas ao tráfico de drogas.

Foram presos nesta terça-feira:  Felipe da Silva (vulgo “Gaguinho”); Rodrigo Cardoso Gomes de Almeida (vulgo “Manguito”); Josimarcos da Silva Felisberto (vulgo "Chapola"); Gercy de Oliveira Coelho Jr ("Juninho Loirinho"); Noan Monteiro Mata (“Noan das Sete”); Deividi da Silva Santos; Vinícius Railander Baptista; Nathanael Silva Bernardes; Ângelo Marcos Gomes dos Reis Monteiro (“Ninho”); Evandro Gomes Januário (vulgo "Vandinho do Eldorado") e  Carlos Henrique da Silva Oliveira (vulgo “Dim Saliente”).

João Lucas Silva Carvalho (vulgo “Luquinha Alemão”), que também que também teve a prisão decretada, continua foragido. Ele é suspeito de ser o autor dos disparos que atingiram um homem no ano passado, e é apontado como um dos líderes do tráfico de drogas no bairro Liberdade, onde agiria em dupla com Felipe “Gaguinho”.

As investigações concluíram que Rodrigo “Manguito”, Nathanael e Vinícius Railander também agiam no tráfico de drogas no bairro Liberdade. Foi atribuída a Deividi da Silva Santos, do bairro Caminho de Dentro, a autoria de uma tentativa de homicídio. Em seu poder foi encontrada  uma arma de fogo e ele confessou  ter praticado o crime, dizendo ter atingido a vítima após uma discussão por dívidas de drogas. As demais investigações apuraram que Gercy de Oliveira traficava entorpecentes no Distrito de Werneck, Evandro “Vandinho” Gomes atuava no bairro Eldorado, Josimarcos“ Chapola” agia no morro do Cemitério (bairro Cerâmica), Carlos “Dim Saliente” atuava nas imediações da ponte do bairro Bela Vista e Noan traficava no bairro Parque Niágara.  Ângelo “Ninho”, traficante do distrito de Werneck,  teve o mandado de prisão cumprido dentro da penitenciária, pois foi preso por outros crimes no curso das investigações. Hudson da Silva Araújo foi preso em flagrante por tráfico drogas.

Além do cumprimento dos mandados, durante a operação foram apreendidas 35 pedras de crack e 21 buchas de maconha.  Fontes ligadas à Operação Dominó informaram que a maioria dos crimes praticados recentemente em Paraíba do Sul têm ligação com o tráfico.

A Delegada Cláudia Abbud destacou  que sem a atuação dos Promotores de Justiça e Juízes de Direito da Comarca de Paraíba do Sul não seria possível o trabalho que vem sendo realizado. (Fonte e fotos: 38º BPM e 107 DP)