SAÚDE/QUANDO PROCURAR UM PSIQUIATRA? | TR Revista

SAÚDE/QUANDO PROCURAR UM PSIQUIATRA?



 

Ficar aborrecido (a) com um problema no trabalho, uma nota baixa na escola ou desentendimento em família é perfeitamente normal. O sinal de alerta deve ser acionado a partir do   momento em que a pessoa percebe que suas reações a esses eventos são exageradas e ela tem dificuldade para controlar a raiva ou suas emoções. Frustrar-se com muita facilidade ou demonstrar intolerância exagerada a certos fatos normais do dia-a-dia podem ser indicativos de transtornos de humor, problema que tem levado um número cada vez maior de pessoas aos consultórios psiquiátricos.

Outros sintomas podem ser indicativos de que a ajuda de um profissional é necessária. Por exemplo:

  • Dificuldade para dormir.  Quem nunca passou uma ou várias noites sem conseguir dormir? Mas se as noites em claro se tornam cada vez mais frequentes, prejudicando as atividades do dia-a-dia, é sinal de que uma consulta a um psiquiatra é necessária.
  • Dificuldade para se livrar de algum vício. Episódios de compulsão alimentar, quando a pessoa ingere grande quantidade de comida com frequência, seguindo-se às vezes episódios de vômito(bulimia); uso exagerado  e frequente  de bebidas alcoólicas, uso de drogas e consumo de cigarros mesmo quando o fumante é portador de doenças provocadas pelo fumo (bronquite, enfisema etc.) também são casos onde é necessária a ajuda de um profissional.
  • Falta de apetite, casos de anorexia (a pessoa deixa de comer porque se acha gorda, mesmo estando com peso normal), costuma ocorrer com mais frequência entre mulheres, também é um sinal de alerta, a(o) doente ou um familiar precisa recorrer à ajuda de um psiquiatra.
  • Oscilações de humor, segundo pesquisas, é a segunda doença com maior número de casos entre os transtornos mentais. Variações de humor são comuns, mas é necessário observar quando as mudanças são desproporcionais, ou seja, exageradas em relação aos problemas que aparecem. Também é um caso em que deve ser procurado um psiquiatra.
  • Outros sintomas, como dores inexplicáveis, falta de concentração, esquecimento, afastamento das atividades sociais (medo de sair de casa, por exemplo), relaxamento dos hábitos de higiene (deixar de tomar banho, negar-se a trocar de roupa etc.) também são sinais de surgimento de possíveis   problemas. É necessário dizer que o apoio dos familiares é importante para que qualquer tipo de tratamento tenha êxito. No entanto, é preciso que a própria pessoa reconheça que necessita de ajuda, mas não deposite apenas no médico as suas expectativas de cura. Como ocorre em outras situações, é necessário ter força de vontade para superar problemas de saúde mental. (Fonte:https://www.huffpostbrasil.com/2015/11/03/6-sinais-de-que-voce-precisa-consultar-um-profissional-de-saude_a_21695930/)