TESTE DA ORELHINHA DEVE SER FEITO EM TODOS OS BEBÊS | TR Revista

TESTE DA ORELHINHA DEVE SER FEITO EM TODOS OS BEBÊS



Entre os procedimentos realizados nas primeiras semanas após o  nascimento do bebê, está a triagem neonatal auditiva, também conhecida como “teste da orelhinha” . O exame detecta possíveis problemas auditivos e recomenda-se que seja feito antes da criança completar 3 meses de vida. Há anos atrás, o teste da orelhinha era recomendado apenas para crianças cujos pais eram portadores de deficiência congênita ou  nos casos em que as mães fossem acometidas de rubéola  durante a gestação.  Hoje o teste   é indicado para todos os recém-nascidos. (foto ilustrativa)

O procedimento não causa dor, e é feito enquanto o bebê está dormindo. O fonoaudiólogo coloca na orelhinha  um aparelho de Emissões Otoacústicas Evocadas, que produz leves estímulos sonoros  e mede o retorno desses estímulos nas estruturas do ouvido interno. Se forem detectadas alterações, o bebê deve ser encaminhado a um otorrino, para que sejam feitos exames mais detalhados. Segundo os especialistas, existem  diferentes graus de deficiência auditiva, e há tratamento para a  maioria dos casos.

Estudos recentes revelaram que a  incidência de problemas auditivos em recém-nascidos é de 3 casos para cada 1000 nascidos vivos. As  principais causas desses problemas  são malformações congênitas, doenças genéticas e doenças infecciosas contraídas pelas mães, entre elas a rubéola e toxoplasmose.

O diagnóstico precoce, feito através do teste da orelhinha,  é importante pois  quanto mais cedo por diagnosticado o problema, maiores serão as chances para  que a criança tenha  desenvolvimento neuropsicomotor e aquisição da fala próximos do normal. Além do tratamento com o otorrino, deve ser feito também o acompanhamento  por fonoaudiólogo especialista em reabilitação auditiva,  para avaliação do  desenvolvimento da audição e da fala. Em Três Rios, o teste da orelhinha pode ser feito na ASO, à Rua Presidente Vargas, 289, no centro da cidade, com marcação antecipada através do telefone 2252-1094.