TRIRRIENSE SUSPEITO DE HOMICÍDIO ESTÁ PRESO EM JF | TR Revista

TRIRRIENSE SUSPEITO DE HOMICÍDIO ESTÁ PRESO EM JF



 

Até a tarde desta terça-feira (10) Danilo da Silva Cerqueira, de 32 anos, continuava sendo o único acusado do assassinato de Marcos Alexandre Carneiro (foto), de 42 anos, residente em Três Rios,  ocorrido no dia 23 de abril. O corpo de Marcos foi encontrado em Caeté, na zona rural de Juiz  de Fora, parcialmente carbonizado e com um ferimento na cabeça.

Segundo as investigações feitas pelos agentes da Delegacia Especializada em Homicídios de Juiz de Fora, o crime estaria ligado a desentendimentos  envolvendo a caminhonete de trabalho da vítima, utilizada para serviços de frete, e que teria sido emprestada a Danilo, que  teria sofrido um acidente de trânsito, danificando veículo. Sob a alegação de que estaria com 10 mil reais para pagar o conserto do carro, o suspeito atraiu então Marcos  ao local do crime.

A prisão aconteceu na tarde de sexta-feira (6), na casa da namorada de Danilo,  no bairro de Lourdes, em Juiz de Fora. As investigações contaram com levantamento de imagens do sistema de câmeras do Terminal Rodoviário Miguel Mansur, que registraram a chegada de Marcos Alexandre a Juiz de Fora no dia de sua morte.

Danilo continua preso no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), em Juiz do Fora. Segundo o delegado Rodrigo Rolli, ele confessou que praticou o crime, mas alegou legítima defesa, acrescentando que ateou  fogo no corpo para evitar o reconhecimento. O inquérito do caso deve ser concluído até a próxima sexta-feira.  Danilo, que residia na Rua Benjamin Constant, em Três Rios, deverá  ser indiciado por homicídio qualificado.