VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AMARELA EM TRÊS RIOS | TR Revista

VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AMARELA EM TRÊS RIOS



 

O município de Três Rios foi escolhido para fazer vacinação de bloqueio contra a febre amarela entre os estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. A campanha foi confirmada esta semana durante encontro da equipe da  Secretaria Municipal de Saúde com o superintendente de vigilância epidemiológica e ambiental do Estado do Rio, Mário Sérgio Ribeiro. Serão enviadas ao município 20 mil doses da vacina, com a chegada do primero lote, de 3 mil doses, prevista para a próxima semana.

“Saúde é a nossa prioridade. Estamos atentos ao aumento de casos de febre amarela, principalmente em Minas Gerais. Vamos agir com rapidez para proteger a nossa população”, declarou o prefeito Josimar Salles, ao confirmar a iniciativa da secretaria estadual.  

A previsão é de que a vacinação aconteça às segundas e quartas feiras no posto central, na Rua da Maçonaria. O  público-alvo, segundo orientação do Estado, é formado pelos  moradores da zona rural ou de localidades próximas a rodovias;  por isso, além da vacinação no centro da cidade, a Secretaria de Saúde irá realizar uma ação nos seguintes bairros: Bemposta, Itajoana, Córrego Sujo, Grama, Moura Brasil e Ponto Azul. O cronograma com as datas em que a secretaria estará em cada bairro ainda será divulgado nos próximos dias.

"Estaremos atendendo em horário estendido, das 08 às 17 horas para que a população possa comparecer aos postos de vacinação com calma. Queremos ressaltar que às segundas e quartas o atendimento será exclusivo para febre amarela. Nos outros dias a vacinação ocorrerá normalmente", informou o Secretário Gilberto Golfeto.

 

Grupo de pessoas que têm contraindicação para a vacina:

 

· Alérgicos  a ovo

· Alérgicos  a frango

· Imunossuprimidos, ou seja, com o sistema imune em baixa atividade.

· Pessoas com infecção sintomática do vírus HIV

· Crianças menores de 9 meses

· Pessoas em estado febril

· Gestantes

· Mulheres que estão amamentando

· Pessoas que fazem uso de corticóides precisam parar de usá-lo por 15 dias antes de tomar a vacina

· Pessoas com 60 anos ou mais apenas com indicação médica ou comprovante de viagem para área endêmica: regiões  Norte e Centro-Oeste, parte do Nordeste, parte do Sul, Minas Gerais, oeste de São Paulo e norte do Espírito Santo.