VEREADOR PROCURA SOLUÇÃO PARA ACESSO À NOVA NITERÓI | TR Revista

VEREADOR PROCURA SOLUÇÃO PARA ACESSO À NOVA NITERÓI



Em busca de uma solução para facilitar o acesso dos moradores do Bairro Nova Niterói, na margem direita do Rio Paraíba,  O vereador Nilcélio Sá reuniu-se na tarde desta segunda-feira, dia 26, com o gerente de operações da Transa Transporte Coletivo, Edésio José Lima, para tratar do fechamento de um dos principais acessos do bairro.
“Com o fechamento feito pela concessionária que administra a rodovia, a  Acciona, os ônibus não tem acesso a toda extensão do bairro e os moradores tem o transporte prejudicado. Durante a visita, fui informado que a empresa já está pensando numa solução para resolver este problema. O que não podemos é expor os moradores do bairro, que neste momento estão atravessando a rodovia à pé porque o transporte coletivo não completa o percurso”, resumiu o presidente da Câmara de Vereadores de Três Rios.
Entre as medidas sugeridas pelo gerente Edésio está a  implantação de um redutor de velocidade ou um pardal, para evitar o excesso de velocidade no local.  O fechamento do acesso foi feito após um acidente com vítima fatal, que aconteceu no ano passado. Desde então, moradores tem questionado a posição da concessionária e da empresa de transporte coletivo. 
“Vamos estimular o debate deste assunto, porque os moradores não podem ficar prejudicados. São mulheres, crianças e idosos que precisam da segurança de um transporte coletivo e que estão expostos na rodovia. O prefeito Josimar Salles já designou uma equipe para tratar deste assunto e vem formulando ações para a regularização do acesso”, disse Nilcélio Sá.
Durante a conversa, o presidente da Casa Legislativa trirriense apresentou  também ao representante da empresa  um abaixo-assinado elaborado por moradores da Rua Padre Solano, na Vila Isabel,  solicitando  que o ônibus da Morada do Sul – Rua M, voltasse a passar pela localidade. 
Segundo  Edésio Lima, a equipe técnica fará um estudo para analisar a viabilidade de atender este pedido. Ainda segundo o representante da Transa, apenas uma linha deixou de fazer aquele trajeto. (Fonte: 
Assessoria de Imprensa da CVTR)